Cerimônia de Premiação da 4ª Edição do Prêmio ODM Brasil

Publicado em: 24/05/12

O Governo Federal, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade realizarão no dia 30 de maio, às 11 horas, a Cerimônia de Premiação da 4ª Edição do Prêmio ODM Brasil. O evento acontecerá no salão nobre do Palácio do Planalto, em Brasília/DF.

O Prêmio ODM Brasil é uma iniciativa pioneira no mundo e foi criado em 2004 com a finalidade de incentivar ações, programas e projetos que contribuem efetivamente para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). O Prêmio é coordenado pela Secretaria-Geral da Presidência da República, em parceria com o Programa Nacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e com o Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade. A coordenação técnica do Prêmio é de responsabilidade do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da Enap. A cerimônia de premiação dos 20 contemplados deve acontecer no final do mês de maio.

Nesta edição, o Prêmio ODM Brasil recebeu 1.638 práticas inscritas - sendo 918 de organizações e 720 de prefeituras. Do total das inscrições, 51 práticas foram pré-selecionadas e visitadas in loco por um Comitê Técnico integrado por representantes do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da Enap. A avaliação foi baseada nos seguintes critérios: contribuição para o alcance dos ODM; caráter inovador; possibilidade de tornar-se referência para outras ações similares; perspectiva de continuidade ou replicabilidade; integração com outras políticas; participação da comunidade; existência de parcerias; e manutenção da qualidade nos serviços prestados.

Destas 51 iniciativas, quatro são da região Centro-Oeste, 13 do Nordeste, seis do Norte, 20 do Sudeste e oito do Sul. Em relação aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio contemplados, as práticas dividem-se da seguinte forma: Objetivo 1 (10 iniciativas), Objetivo 2 (nove iniciativas), Objetivo 3 (oito iniciativas), Objetivo 4 (quatro iniciativas), Objetivo 5 (uma iniciativa), Objetivo 6 (três iniciativas), Objetivo 7 (oito iniciativas), Objetivo 8 (oito iniciativas).

O Júri de especialistas é composto pelas seguintes personalidades: Carmen Helena Ferreira Foro, Donizete Fernandes de Oliveira, Edna Maria Santos Roland, Lázaro Fernandes de Miranda, Leonor Maria Pacheco Santos, Maria da Penha Maia Fernandes, Maria José Vieira Féres, Maria Stela Santos Graciani, Mauri José Vieira Cruz, Milton Rondó Filho, Moema Maria Marques de Miranda, Paulo Augusto Oliveira Itacarambi, Renato Sérgio Jamil Maluf; Ricardo Voltolini e Toni Reis.

Também participaram da abertura da reunião o secretário-executivo da Secretaria-Geral da Presidência da República, Rogério Sottili; o representante do Programa Nacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Jorge Chediek; o representante do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade, Odilon Faccio; o presidente da Enap, Paulo Carvalho; o chefe de gabinete da Presidência do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Fábio Sá; além da diretora de Comunicação e Pesquisa do Ipea, Enid Rocha; e da secretária-adjunta da Secretaria de Avaliação e Informação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Paula Montagner.

Fonte: www.odmbrasil.org.br