Advogado-geral e ministros visitam Ceará após decreto de Garantia da Lei e da Ordem

Imprimir: Advogado-geral e ministros visitam Ceará após decreto de Garantia da Lei e da Ordem Compartilhamento: Advogado-geral e ministros visitam Ceará após decreto de Garantia da Lei e da Ordem Advogado-geral e ministros visitam Ceará após decreto de Garantia da Lei e da Ordem Advogado-geral e ministros visitam Ceará após decreto de Garantia da Lei e da Ordem Advogado-geral e ministros visitam Ceará após decreto de Garantia da Lei e da Ordem
Publicado : 24/02/2020 - Alterado : 06/03/2020

Foto: Reprodução Youtube
Foto: Reprodução Youtube

O advogado-geral da União, André Mendonça, participou da comitiva interministerial que desembarcou nesta segunda-feira (24) no Ceará para acompanhar as ações da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) que estão sendo empregadas desde a última sexta-feira (21), com foco na capital, Fortaleza. 

Segundo ele, a expectativa do governo federal é de que a situação da segurança no Estado seja solucionada o mais rápido possível. “A população do Ceará é quem sofre. E ela precisa confiar nas suas instituições, e dentre elas a polícia”, disse.

Em coletiva de imprensa ao lado dos ministros da Defesa, Fernando Azevedo, e da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e do governador cearense, Camilo Santana, André Mendonça fez um apelo para que os policiais militares que participam de um movimento paredista no Estado possam retornar às atividades normais no menor tempo possível.

“O exemplo de todos os integrantes desse movimento é importante. Gostaria de conclamar as pessoas que estão envolvidas para que adotem uma postura de retração desse movimento”, afirmou.

Antes da entrevista, os ministros se reuniram com o governador e demais autoridades envolvidas na operação, sobrevoaram Fortaleza e visitaram a 10ª Região Militar, onde receberam informações sobre o andamento das operações no estado. Segundo o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, cerca de 2600 homens das Forças Armadas estão atuando no estado após a autorização do presidente Jair Bolsonaro.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, disse que o objetivo do governo federal é garantir a segurança e a tranquilidade da região. Já o governador Camilo Santana agradeceu a presença das forças de segurança no estado e também se mostrou otimista que a situação possa retornar ao “estado natural o mais breve possível”.


 
« Notícia anterior
 
Próxima notícia »

Imagens Relacionadas

Foto: Reprodução Youtube
Foto: Reprodução/Youtube
Foto: Alexandre Manfrim/Ministério da Defesa