Palestra Escola da AGU de Santa Catarina

Imprimir: Palestra Escola da AGU de Santa Catarina Compartilhamento: Palestra Escola da AGU de Santa Catarina Palestra Escola da AGU de Santa Catarina Palestra Escola da AGU de Santa Catarina Palestra Escola da AGU de Santa Catarina
Publicado : 08/02/2019 - Alterado : 15/02/2019

Palestra Tecnologias Emergentes e Disruptivas e a Nova Lei de Proteção de Dados Brasileira é realizada na Escola da AGU de Santa Catarina

No dia 07 de fevereiro foi realizada a Palestra “Tecnologias Emergentes e Disruptivas e a Nova Lei de Proteção de Dados Brasileira”, ministrada por Andrea Willemin e Ramcés dos Santos Silva. Esta palestra abordou algumas novas tecnologias e serviços que causaram uma verdadeira revolução em alguns segmentos de negócios, como, o Uber, Netflix, WattsApp, entre outros. Tais serviços, para funcionar, necessitam de informações pessoais dos usuários e utilizam dados sensíveis dos clientes como, geolocalização, preferências, comunicações de negócios ou íntimas, entre outros. Após este entendimento os palestrantes abordaram a Lei 13.709, de 14 de agosto de 2018, de Proteção de Dados, que veio para proteger as pessoas da utilização indevida de suas informações.

A palestrante abordou a sua experiência com proteção de dados na Europa, onde este assunto já está bastante avançado em termos legais. Explicou que a Lei 13.709 foi criada para que o Brasil pudesse se adequar as normatizações utilizadas no exterior quanto à proteção de dados, garantindo assim a manutenção dos negócios e acordos internacionais que envolvem troca, ou transferência de informações.

Os palestrantes alertaram para o fato de que as empresas públicas e privadas, que possuem sistema de monitoramento com câmeras de vigilância terão que possuir procedimentos de operação que estejam em conformidade com a nova Lei de Proteção de Dados. Desta forma o cumprimento destes procedimentos deverá estar especificado nas novas licitações de contratação destes serviços.

Andrea Willemin é advogada, formada no Brasil e na Suíça. Andrea é doutoranda em Ciência da Informação e Tecnologia pela UFSC, especialista em Segurança da Informação e Proteção de Dados pela PUC/SP e Université de Neuchâtel, Suíça, economista formada pela Université de Savóis, na França e Université Genève, Suíça e é Data Protection Officer, certificada pela União Europeia.

Ramcés dos Santos Silva é formado em Ciências da Computação pela UNIVALI (SC), e especialista em Segurança Cibernética, com mais de 20 anos de experiência no mercado de tecnologia da informação e inovação, atuando em empresas públicas e privadas, universidades e mercado financeiro.

A Palestra “Tecnologias Emergentes e Disruptivas e a Nova Lei de Proteção de Dados Brasileira” contou com a presença de membros e servidores da AGU, advogados, programadores e administradores e demais profissionais e instituições que trabalham com dados pessoais e faz parte do projeto da Escola da AGU/SC da área de inovação, capacitando membros, gestores e servidores da AGU para a modernização da gestão pública.


 
« Notícia anterior
 
Próxima notícia »