Mutirão da AGU na área trabalhista gera economia de recursos públicos no DF

Imprimir: Mutirão da AGU na área trabalhista gera economia de recursos públicos no DF Compartilhamento: Mutirão da AGU na área trabalhista gera economia de recursos públicos no DF Mutirão da AGU na área trabalhista gera economia de recursos públicos no DF Mutirão da AGU na área trabalhista gera economia de recursos públicos no DF Mutirão da AGU na área trabalhista gera economia de recursos públicos no DF
Publicado : 15/05/2018 - Atualizado às : 10:37:13

Mutirão realizado em abril pela Advocacia-Geral da União (AGU) na área trabalhista gerou uma economia de mais de R$ 5,1 mil reais aos cofres públicos, no Distrito Federal.

A economia foi gerada pela aplicação de um deságio médio de 15% sobre os valores executados contra autarquias e fundações federais, que totalizavam mais de R$ 34 mil. Os acordos foram firmados em todos os processos trabalhistas com comparecimento dos reclamantes.

“A rotina conciliatória começou com ótimos resultados e será incrementada nos próximos meses”, afirmou a procuradora federal Milene Ferreira Cavallari, responsável pelo mutirão.

Segundo ela, esse primeiro mutirão foi organizado em função da grande demanda de audiências nas 22 varas trabalhistas do DF, o que exige o constante deslocamento de advogados públicos.

“O objetivo é a economia aos cofres públicos, aliada à redução de demandas, contribuindo para a racionalização de recursos humanos na atuação contenciosa”, avaliou a procuradora.

O mutirão insere-se no âmbito do Projeto de Conciliação promovido pelo Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Demandas Judiciais do TRT da 10ª Região (CEJUSC/TRT10).

Atuou no mutirão a Procuradoria-Regional Federal da 1ª Região (PRF1), unidade da Procuradoria-Geral Federal (PGF), órgão da AGU.

Marco Antinossi

 


 
« Notícia anterior
 
Próxima notícia »