Procuradoria demonstra ausência de responsabilidade da União em derrubada de árvores

Imprimir: Procuradoria demonstra ausência de responsabilidade da União em derrubada de árvores Compartilhamento: Procuradoria demonstra ausência de responsabilidade da União em derrubada de árvores Procuradoria demonstra ausência de responsabilidade da União em derrubada de árvores Procuradoria demonstra ausência de responsabilidade da União em derrubada de árvores Procuradoria demonstra ausência de responsabilidade da União em derrubada de árvores
Publicado : 25/05/2016 - Atualizado às : 13:24:50
A Advocacia-Geral da União (AGU) comprovou, na Justiça Federal, a ausência de responsabilidade da União por supostos danos causados a propriedade particular durante implantação do programa Luz Para Todos. A atuação ocorreu após dono de imóvel ajuizar ação pedindo indenização da administração pública federal pelos prejuízos que alegou ter sofrido com a derrubada de árvores localizadas dentro da sua propriedade. Segundo o autor da ação, os danos teriam sido provocados por obras relacionadas ao programa.

A Procuradoria da União no Amazonas (PU/AM), unidade da AGU que atuou no caso, demonstrou que a União não teve qualquer envolvimento com os atos narrados no processo, sendo responsável apenas pelo repasses de recursos para o Luz Para Todos. De acordo com os advogados da União, cabe às distribuidoras locais de energia elétrica realizar, diretamente ou por meio de contratação de empresa terceirizada, os procedimentos necessários à execução do programa.

Os argumentos foram acolhidos pela Justiça Federal, que extinguiu o processo no que diz respeito à administração pública federal. A decisão reconheceu, conforme argumentado pela Advocacia-Geral, que a União não tinha legitimidade para figurar no polo passivo de ação que visa reparação de suposto dano causado pela concessionária de energia ou por empresa por ela contratada.

A PU/AM é unidade da Procuradoria-Geral da União, órgão da AGU.

Ref.: Processo nº 0000876-59.2015.4.01.3202 - 1º Juizado Especial Federal de Tefé (AM).

Raphael Bruno

 
« Notícia anterior
 
Próxima notícia »